• Afhalen na 2 uur in een winkel met voorraad
  • Gratis thuislevering in België vanaf € 25
  • Ruim aanbod met meer dan 10 miljoen producten
  • Afhalen na 2 uur in een winkel met voorraad
  • Gratis thuislevering in België vanaf € 25
  • Ruim aanbod met meer dan 10 miljoen producten

Até a Última Gota de Sangue

Marcos Avelino Martins
Paperback | Portugees | Olympus | nr. 8
€ 11,45
+ 22 punten
Eenvoudig bestellen
Veilig betalen
Gratis thuislevering vanaf € 25 (via bpost)
Gratis levering in je Standaard Boekhandel

Omschrijving

COLETÂNEA DE POESIAS LÍRICAS, ROMÂNTICAS, ERÓTICAS E FANTÁSTICAS. 8° VOLUME DA SÉRIE INICIADA COM "OS OCEANOS ENTRE NÓS": 1. OS OCEANOS ENTRE NÓS 2. PÁSSARO APEDREJADO 3. CABRÁLIA 4. NUNCA TE VI, MAS NUNCA TE ESQUECI 5. SOB O OLHAR DE NETUNO 6. O TEMPO QUE SE FOI DE REPENTE 7. MEMÓRIAS DE UM FUTURO ESQUECIDO 8. ATÉ A ÚLTIMA GOTA DE SANGUE A poesia de Marcos Avelino Martins é profundamente lírica, romântica e surpreendente. Confira alguns trechos: "Teus olhos me convidam, convidam... / Ao mesmo tempo em que me suicidam, / Quando às vezes me olham dispersos, / Como se maldizessem os meus versos!" "Em qual encruzilhada seguimos rumos inversos, / Eu fui para o Sul, e você para o Norte, / Quando foi que se tornaram tristes meus versos, / Desde quando comecei a falar da morte?" "Ah, estrela que brilha no céu, / Diga-me, tua luz já morreu? / Conta a este pobre menestrel / Coisas que até o tempo esqueceu! Mas, quando estiveres no céu tão alta, / Diga-me, antes que o dia te leve de partida, / O que não disseste a nenhum astronauta: / Qual é afinal o segredo da vida?" "Uma incrível e colorida borboleta / Capturou a essência de teu olhar, / Enquanto no céu passava um cometa, / Vindo do espaço interestelar... E eu, que também vim do espaço, / E, quando te vi, escondi minha nave, / Espero, humilde, que me dês um abraço, / E de teu sonho, me entregues a chave..." "Talvez Chronos me dê alguns conselhos, / Embasado em sua experiência eterna, / Se disser que alguém me pôs de joelhos, / Mas que meu coração ainda governa?" "Quem é este pálido ser / Que me encara de volta nos espelhos, / O que fez para merecer / Ter os olhos sempre vermelhos / De pranto?" ----------------------------- (o resto, não coube) E que parece sempre jogado num canto, Com seu esfumaçado cabelo grisalho, Uma carta solitária fora do baralho, Sem amor e sem paixão, Sem serenatas e sem canção?" "Teus olhos são como caleidoscópios, / Nos quais me perco como um menino, / Parecem-se às vezes com periscópios, / Tentando escapar de um submarino! De manhã, como oníricos planetas, / Fosforecem, como lindas violetas, / À tarde, como velas soltas ao vento, / Adquirem um belíssimo tom cinzento! À noite, te fantasias com tua grinalda, / E se travestem com cor de esmeralda; / E de madrugada, quando me possuis, / Mostram-se como bravios mares azuis!" "Um amor cantado em prosa e verso Entre um lindo anjo e um poeta Talvez atravesse o Universo E chegue até uma estrela secreta Onde moram os deuses do amor Onde se louvam as paixões tremendas E nosso hino de amor irão compor E será a mais linda de todas as lendas..." "Ela era a luz que guiava meu sonho, Desviando meu voo por entre as trevas, Nesses caminhos por onde me exponho, Iluminando armadilhas primevas..." "Mas no fundo daquele baú antigo, Escondidas em um envelope, Como se fosse um castigo, Encontrei várias fotos tuas, Esplendorosamente nuas, E a saudade chegou a galope!" "Ora, direis: "Fazer poesia, Por certo, ficaste maluco, Foste a um Baile da Fantasia, Ou então já estás caduco..." "Agora, carrego o mundo sobre meus ombros, Olhos submersos em lágrimas amargas, Mas às vezes emergindo dos escombros, Dessa cruz que cravaste em minhas costas largas..." "Nosso amor deixou tantas marcas, Rastros de seu perfume em meus lençóis, Memórias estranhas e por vezes parcas, E o brilho de seus olhos como dois faróis..." "Enquanto caio, mera poeira entre os mundos, Nessa vertiginosa e derradeira trajetória, Penso em minha amada, nos últimos segundos Antes de deixar a vida e entrar na História!" "E quando sonho com seu corpo ao luar, Iluminado pelo dragão que na Lua habita, Sou arrastado pelas trágicas ondas do mar, Tão paralisado como fico, quando me fita, Nesses meus espetaculares sonhos de amar, Sempre despedaçados por sua frieza infinita!"

Specificaties

  • Productcode (EAN): 9781549812613
  • Verschijningsdatum: 23/09/2017
  • Aantal bladzijden: 94
  • Uitgeverij: Independently Published
  • Reeks: Olympus
  • Reeksnummer: nr. 8
Toon meer

Beoordelingen

Uitgebreide specificaties

Betrokkenen

Inhoud

  • Aantal bladzijden: 94
  • Taal: Portugees
  • Reeks: Olympus
  • Reeksnummer: nr. 8

Eigenschappen

  • Productcode (EAN): 9781549812613
  • Verschijningsdatum: 23/09/2017
  • Uitvoering: Paperback
  • Bestandsformaat: Trade paperback (VS)
  • Afmetingen: 152 mm x 229 mm
  • Gewicht: 136 g